40- 31 de Dezembro de 2010

    E esse coração dispara... bate tanto por você.
    E você nem aí.
    É normal.
    Tomara que chances não tenham mais.
    O quanto sofri e quanto batalhei... o quanto eu disse que te amava, o quanto eu fugia dos nossos amigos, o quanto de bebidas que eu bebi tentando te esqueçer...
    Que injustiça.
    Quanta.
    Desculpa ter tido aquilo e ter me comportado daquele jeito.
    É que me deixou nervoso.
    Sem pra onde ir.
    Me deixou sem abrigo.
    E me deixou cair no tal poço de ilusão.
    Me tire vai... Ah por favor... me tire do poço.
    Mande eu esperar por você... vai...
    Por favor...

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário

Meus Seguidores: