54- A espera de 2 meses foram pouco comparado a uma noite juntos

    -Quando você diz que gosta de mim... que me ama... é verdade?
    -Claro que sim... - respondi.
    -Nossa, que bom... nunca pensei que iria gostar tanto de uma pessoa na minha vida...
    -Eu te faço feliz?
    -Claro que sim. Sabe... naquele dia...
    -Foi tudo tão esquisito...
    -Sim foi. Você sentiu algo instantâneo por mim?
    -Foi... foi na hora... vi você e tipo... seu rosto não saiu da minha cabeça... e com você?
    -Também foi... acho que você não viu mas...
    -Mas? Vamos... diga... eita... para de ficar com essa cara.
    -Eu fiquei lá... olhando pra sua cara o tempo todo... na verdade a pessoa que tava do meu lado perguntou se estava tudo bem comigo... mas não parei de olhar pra você...
    -Que coisa linda...
    Agente riu.
    -E tipo... quando você chegou lá na praia naquele dia... você estava tão triste... Algo me dia pra eu ir lá... falar contigo.
    -E você foi.
    -Sim... eu fui... na verdade eu ainda nem sei o porque.    Mas eu fui.
    Ficamos nos entreolhando.
    -Daí quando eu cheguei em você e perguntei se estava tudo bem.
    -Eu disse que estava...
    -Sim... foi o que você disse... mas alguma coisa me dizia que você não era dalí, e você chorava tanto... mas alguma coisa me disse também que você iria me esperar, só não sabia ainda o motivo...
    -E esperei...
    -Foi. Isso foi tão legal.
    -Urrun.
    -Daí felicidade veio mesmo, foi na hora quando você me disse que morava aqui. Eu tinha família aqui... e a felicidade foi até maior...
    Eu sorri.
    -A distância não foi grande coisa. Eu trabalho... mas na maioria dos finais de semana eu posso estar contigo...
    -Sim... você pode.
    -Daí quando você disse que tinha terminado o namoro... e que tinha sofrido muito... eu percebebi que tinha algo a ver com aquele sentimento...
    -E teve.
    -Claro...
    -Você olhou pra mim tão... esquisito.
    -Você pareceu me engolir com os olhos.
    Agente riu.
    -Eu te amo tanto... - eu disse.
    -Agora eu acredito.
    -Sempre amei... foi a primeira vista... meu coração demorou tanto pra perceber isso.
    -O meu também...
    -Você ainda fuma?
    -Tou controlando o máximo possível.
    -Hum...
    -Mas vou parar...
    -Não pense que estou te obrigando a nada...
    -E não está.
    -Espero. - falei.
    -É sério. Vi isso em seu olhar.    Você estava gostando de mim... porque não disse?
    -Tinha medo do que você iria dizer...
    -Mas você não era de lá... arriscava...
    -Não ia me machucar duas vezes...
    -Sei...
    -Eu te amo mesmo. - falei.
    -Acredito. Aí eu peguei seu queixo e puxei pra mais perto de mim...   
    -Você tava com bafo de cigarro naquele dia. - falei.
    -Sim... mas hoje eu tou?
    -Não. Senti falta. - eu ri.
    -Sei.
    -Te amo muito.
    -Então agente se beijou...
    -Meu coração virou pro seu lado naquela hora. - falei, com toda a sinceridade... foi a pura verdade.
    -Nunca entendi porque seus pais não brigavam quando você fugia pra ficar comigo.
    -Eu voltava cedo... Você saía cedo do trabalho...
    -Sim...
    -Entou chegou o dia de eu ir embora...
    -Eu chorei...
    -Eu vi.
    -Mas eu sabia que se eu pedisse pra você me esperar você ia.
    -Você disse pra eu esperar.
    -E você esperou.
    -Claro... eu já te amava... apenas com três dias que agente ficava tudo mudou na minah vida.
    Agente se abraçou.
    E naquela noite, eu me lembrei das madrugadas que eu fugi para passarmos juntos.
    Os braços tão envolventes naqueles momentos foram perfeitos...
    A espera de 2 meses foram pouco comparado a uma noite  juntos
    TE AMO.

  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS

0 comentários:

Postar um comentário

Meus Seguidores: